Supermercados Tozetto

Compulsão Alimentar

A compulsão alimentar é considerada um transtorno alimentar que afeta de 2 a 4% da população em geral, 6% dos obesos e mais da metade dos obesos mórbidos, segundo a Associação Americana de Psiquiatria.

Em geral, a compulsão por alimentos está associada a sentimentos de ansiedade, estresse e depressão, que guardam uma estreita relação entre si.

 

O que é?

A compulsão alimentar é um distúrbio em uma região do cérebro responsável pela fome e pela saciedade. Mesmo sem fome, a pessoa come mais do que precisa, demora a se sentir satisfeita e tem a necessidade de comer o tempo todo. Quem é compulsivo, costuma comer alimentos mais pesados, como doces e gorduras. Porém, ele também pode consumir qualquer coisa em grandes quantidades. É comum ouvir relatos de pacientes que fazem misturas não comuns de alimentos, como pão com leite condensado, biscoito de chocolate recheado com queijo branco, etc. Além disso, em geral as combinações não são nada saudáveis.

 

Alguns sintomas da compulsão alimentar

 

  • Comer mais rápido que as outras pessoas;
  • Comer até se sentir completamente cheio;
  • Comer, em grandes quantidades, mesmo sem fome, só para se distrair ou para passar o tempo;
  • Esconder-se para comer;
  • Sentir-se triste, deprimido quando acabar de comer;
  • Ficar angustiado por causa dos episódios de compulsão.

 

Como tratar?

O melhor tratamento para a compulsão alimentar é identificar o motivo. Isso pode ser feito por meio de terapia cognitiva comportamental ou outros tipos de terapia. A pessoa precisa direcionar da forma correta o sentimento que a leva a comer demais. Além disso, gerenciar o estresse é fundamental, pois quando submetido ao estresse, o organismo perde vários nutrientes, vitaminas e minerais.

Além da terapia e da identificação da causa da compulsão, é preciso fazer uma reeducação alimentar, aumentando a ingestão de frutas, verduras, legumes, grãos integrais, etc. Fracionar as refeições, ou seja, realizar pelo menos cinco refeições por dia, também é fundamental para manter a fome saciada e o metabolismo em pleno funcionamento.

A prática de uma atividade física é essencial para melhorar o humor e aliviar o estresse, além de ser uma excelente maneira de manter o peso ou até eliminar o peso extra, causado pela compulsão. Portanto, comer para saciar a fome física e não a emocional é a melhor forma de viver mais e melhor!

 

Fonte: http://meupratosaudavel.com.br/compulsao-alimentar/

 

Ver receita: Espaguete de abobrinha