Como montar refeições saudáveis?

CAFÉ DA MANHÃ De todas as refeições do dia, esta é a mais importante. Entre a última refeição do dia e a primeira, há um longo período em jejum. Durante o sono, o organismo continua trabalhando para manter as funções básicas, gastando calorias. Ao levantar, é necessário fornecer energia para as tarefas do novo dia. O café da manhã oferece, entre outros nutrientes, carboidratos, principal fonte de energia. Pular o café da manhã diminui nossa capacidade de concentração, o metabolismo fica mais lento e sentimos mais fome no almoço. O ideal é combinar uma fruta, um carboidrato e proteínas. O que comer no café da manhã:

  • Leite de soja
  • duas fatias de pão integral com creme vegetal/margarina,
  • ½ unidade de mamão papaia.
Outras sugestões: – Leite desnatado com granola sem açúcar e banana; – Pão integral com queijo magro e suco de caju, batido com linhaça; – Uma xícara de café com leite desnatado, torradas com queijo branco, 1 fatia de melão; – Suco de laranja batido com maçã e gengibre, biscoitos com queijo magro.   ALMOÇO E JANTAR Comece preenchendo a metade do prato com vegetais crus e cozidos. Para a outra metade, faça da seguinte forma: – 1/4 com uma porção de proteína animal (carne de boi, frango, peixe – tirando a gordura visível – ou ovos) e uma porção de proteína vegetal (feijão, grão-de-bico, soja, lentilha). – 1/4 restante preencha com alimentos ricos em carboidratos. De preferência em sua forma integral (arroz, massas, farinhas) e/ou batatas, mandioca e mandioquinha .   LANCHES INTERMEDIÁRIOS Para comer entre as refeições: – Iogurtes desnatados, queijos magros, leite desnatado, leite de soja sem açúcar, queijos processados reduzidos em gorduras, leite fermentado; – Biscoitos de fibras, cookies integrais, barras de cereais sem açúcar e ricas em fibras, cereal integral sem açúcar, torradas com fibras; – Frutas em geral. PARA SUBSTITUIR UMA DAS REFEIÇÕES OCASIONALMENTE – Inclua uma fonte de carboidrato, que seja rica em fibras: pão francês integral, pão de forma com fibras, pão sírio integral, torradas integrais; – Vegetais à vontade: tomate em rodelas, alface, rúcula, agrião, escarola, cenoura ralada ou em rodelas finas, beterraba ralada, repolho picado, abobrinha picada ou em rodelas, berinjela, pepino, espinafre; – Fontes de proteína magra: podem ser duas, um laticínio e um substituto de carne. Por exemplo: requeijão ou queijos cremosos reduzidos em gorduras, queijo branco magro, ricota, cottage, ou ainda peito de peru, presunto magro, rosbife, atum ralado, frango desfiado, ovo mexido.   Fonte: http://meupratosaudavel.com.br/como-montar-refeicoes-saudaveis/

CAFÉ DA MANHÃ De todas as refeições do dia, esta é a mais importante. Entre a última refeição do dia e a primeira, há um longo período em jejum. Durante o sono, o organismo continua trabalhando para manter as funções básicas, gastando calorias. Ao levantar, é necessário fornecer energia para as tarefas do novo dia. O café da manhã oferece, entre outros nutrientes, carboidratos, principal fonte de energia. Pular o café da manhã diminui nossa capacidade de concentração, o metabolismo fica mais lento e sentimos mais fome no almoço. O ideal é combinar uma fruta, um carboidrato e proteínas. O que comer no café da manhã:

  • Leite de soja
  • duas fatias de pão integral com creme vegetal/margarina,
  • ½ unidade de mamão papaia.
Outras sugestões: – Leite desnatado com granola sem açúcar e banana; – Pão integral com queijo magro e suco de caju, batido com linhaça; – Uma xícara de café com leite desnatado, torradas com queijo branco, 1 fatia de melão; – Suco de laranja batido com maçã e gengibre, biscoitos com queijo magro.   ALMOÇO E JANTAR Comece preenchendo a metade do prato com vegetais crus e cozidos. Para a outra metade, faça da seguinte forma: – 1/4 com uma porção de proteína animal (carne de boi, frango, peixe – tirando a gordura visível – ou ovos) e uma porção de proteína vegetal (feijão, grão-de-bico, soja, lentilha). – 1/4 restante preencha com alimentos ricos em carboidratos. De preferência em sua forma integral (arroz, massas, farinhas) e/ou batatas, mandioca e mandioquinha .   LANCHES INTERMEDIÁRIOS Para comer entre as refeições: – Iogurtes desnatados, queijos magros, leite desnatado, leite de soja sem açúcar, queijos processados reduzidos em gorduras, leite fermentado; – Biscoitos de fibras, cookies integrais, barras de cereais sem açúcar e ricas em fibras, cereal integral sem açúcar, torradas com fibras; – Frutas em geral. PARA SUBSTITUIR UMA DAS REFEIÇÕES OCASIONALMENTE – Inclua uma fonte de carboidrato, que seja rica em fibras: pão francês integral, pão de forma com fibras, pão sírio integral, torradas integrais; – Vegetais à vontade: tomate em rodelas, alface, rúcula, agrião, escarola, cenoura ralada ou em rodelas finas, beterraba ralada, repolho picado, abobrinha picada ou em rodelas, berinjela, pepino, espinafre; – Fontes de proteína magra: podem ser duas, um laticínio e um substituto de carne. Por exemplo: requeijão ou queijos cremosos reduzidos em gorduras, queijo branco magro, ricota, cottage, ou ainda peito de peru, presunto magro, rosbife, atum ralado, frango desfiado, ovo mexido.   Fonte: http://meupratosaudavel.com.br/como-montar-refeicoes-saudaveis/